Editorial: Jardim noturno

1 cris

2 cris

3 cris

4 cris

5 cris

6 cris

 

FICHA TÉCNICA

Produção e Styling: Débora Brandão

Fotografia: Thiago Varela

Assistente de fotografia: Lito Trindade

Beleza: Dell Marques (TG Chic)

Modelo: Cris Alves (Tráfego Models)

Agradecimento: Mariane, Giovana e Mororó

Débora Brandão

Estudando moda à distância

É certo que a Internet fez o mundo parecer menor, as notícias se espalharem mais rápido e a informação ficar cada vez mais acessível.

Me lembro do tempo em que pesquisava nas enciclopédias Barsa, grandes livros pesados e empoeirados que continham ensinamentos importantes e nos ajudavam nos trabalhos escolares. O ctrl C + ctrl V existia mas de uma forma manual, o que muitas vezes fazia com que aprendêssemos ou decorássemos o conteúdo copiado. O tempo de pesquisa em Barsas passou e veio o Google, maior buscador da internet, e é muito comum ouvir: “Não sabe? Procura no Google!”. Além do Google, surgiram diversos cursos on line, desde um mais simples até uma graduação ou uma pós-graduação. Antes recriminados, hoje conceituados e bastante procurados, eles ajudam na educação da sociedade em que o tempo está cada vez mais precioso.

Sou daquelas que acham que estudar nunca é demais e que o conhecimento deve ser sempre renovado. Por isso, em maio fui a São Paulo fazer um curso na área de moda, já que aqui em Natal as opções são limitadíssimas. Antes, porém, fiz uma grande pesquisa no Google, que me deu respostas valiosas e me ajudou a fazer a escolha. Existia uma gama incrível de cursos on line e outra mais reduzida de cursos presenciais. Como meu intuito, no momento, era passar um tempo na terra da garoa, escolhi a segunda opção mas já pensando em quais cursos on line faria depois.

estudoonline

Pensei que isso poderia ser útil para os leitores do blog, já que muita gente quer fazer cursos on line de moda, mas muitas vezes não faz por falta de referência. Procurei uma escola conceituada, no caso a Escola São Paulo, que não se restringe a moda, nela podemos ter cursos nas áreas de Arquitetura e Design, Artes Visuais, Cinema e Vídeo, Comunicação e Mídias Fotografia, Gestão e Empreendedorismo, Inovação e Criatividade e Música. Os professores também são um destaque da instituição que conta com grandes nomes do mercado como Washington Olivetto, Rita Comparato e Alexandre Herchcovitch. Além disso, fui atrás de outras pessoas que fizeram curso on line nessa área para ver a opinião delas. Entrei em contato com Leonardo Alexei, estudante de Arquitetura, de Londrina, Paraná, e Ana Nahas, graduanda do curso de Publicidade e Propaganda, que mesmo morando em São Paulo optou pelo curso à distância.

Eles fizeram o curso “10 meses em 10 minutos: Preparando um desfile”, ministrado pelo estilista Alexandre Herchcovitch, na Escola São Paulo. Leonardo garante que o curso valeu a pena e diz que além do curso on line participou de uma etapa do curso que foi a presença no SPFW, backstage, prova de roupa e desfile do Alexandre. “Foi muito bacana porque conheci a ESP física e o pessoal de lá, que são incríveis profissionais e muito queridos”, diz. A Ana também dá um feedback positivo da instituição: “o conteúdo foi muito bem aproveitado, com excelentes professores e ambiente, além de ótimos contatos profissionais, que abriram muitas portas para mim”.

Para os que querem cursos mais extensos e com uma carga horária maior, também há essa opção. Foi o caso de Jessica Góes, natalense e minha ex-parceira no Editorialismo. Ela fez o curso de Consultoria de Imagem na Enmoda. Com duração de um ano, o curso exige muita dedicação e várias horas de leitura, além de disponibilizar vídeo-aulas. Jessica disse que o curso atendeu suas expectativas e que pretende fazer outros cursos à distância.

Quer estudar moda e não tem cursos na sua cidade? Agora você não tem mais desculpa. Pesquisa o curso de sua preferência porque existem diversos deles de qualidade e possíveis de serem feitos no conforto de sua casa. Se joga no ensino à distância e depois vem contar sua experiência aqui.

Serviço:

Escola São Paulo – (11) 3060.3636

EnModa – (11)4195.6275

Débora Brandão

O vermelho dá o tom da alta costura parisiense

Definitivamente o vermelho é a cor mais quente. Até tentaram transferir para o azul, mas a alta moda e a alta costura nos confirmam que o que vem por aí é uma cor soberana pelos próximos seis meses – do inverno até o alto verão.
Olhar para o passado e criar um futuro minimalista, dando um tom revisitando os tapetes vermelhos. Até o próprio Armani em sua coleção privê apostou no rubro negro com muita sensualidade clássica. Sophia Loren foi uma que ao aparecer na plateia ofuscava com seu tom na fila A do estilista italiano, com uma cintura bem marcada, uma tendência também destacada pelo estilista europeu Jean paul Gaultier em sua passarela.
RED HOT
Verdadeiramente uma explosão de longos muito elegantes e marcantes em inúmeras modelagens de tudo que é de direito no corpo feminino.
Vale ficar atenta aos batons vermelhos, os quais se pode mesclar bem com visuais preto e brancos. A designer e artista plástica baiana Luciana Figueiredo, que lida com silicone como matéria prima de suas obras, trouxe para seus vestidos uma intervenção no corpo com exclusividade na temporada do festival de Cannes, o que já sinaliza que teremos um espírito jocoso para cor em solos brasileiros. Vimos também no Grammy a Katy Perry e agora o vermelho vai para as ruas
Na capa da Vogue francesa de agosto já impera a cor que vai ilustrar seu guarda roupa por toda a temporada, e looks como taillers ajustados, peças geométricas e, claro, ares esportistas muito sofisticados.
Agora o seu vestido dos sonhos já tem cor, direto da alta costura para a festa do vermelho com muito glamour!

Alexandre Gomes consultor de moda

Made in Brasil

Como falei alguns dias atrás, tenho muito orgulho de ser brasileira e desde a primeira vez que vi essa pulseira da top Mari Weickert, para a marca Sophie & Juliete, ela virou meu mais novo objeto de desejo. Ela é linda, tem o Brasil com S, e estou aceitando de presente, prometendo usar muito além da copa do mundo. ;)

made in brasil

Débora Brandão

A berry brasileira

açaí

O assunto de hoje é um grande conhecido de muitas pessoas: o açaí.

Essa frutinha, típica da região Norte, vem conquistando pessoas tanto no Brasil quanto fora dele. Trata-se de um alimento altamente saudável e uma excelente opção para lanche, principalmente se for consumido antes ou após a prática de exercícios físicos.

Ele vem sendo bastante estudado e foi comprovado que a fruta é rica não apenas em nutrientes como proteína, vitamina E (potente antioxidante), magnésio, cálcio, cromo, mas também em fibras e antocianinas, o que o torna um alimento funcional.

Vários desses estudos têm associado o consumo de açaí à prevenção do câncer e das doenças cardiovasculares, além do aumento da longevidade. Seu poder antioxidante e anti-inflamatório atua também de maneira sistêmica favorecendo a pele (protegendo contra o envelhecimento precoce) e os atletas (reduzindo os radicais livres produzidos durante o treino). Além disso, possui baixo índice glicêmico, melhorando a ação da insulina.

Por se tratar de um alimento energético, é importante lembrar que o açaí não deve estar associado a outros alimentos calóricos, como mel, xarope de guaraná ou leite condensado. As melhores opções de acompanhamentos são frutas, linhaça, chia ou alguma castanha picadinha.

Deixo aqui duas receitas de suco com a polpa de açaí!

Suco de açaí, morango e aveia

Ingredientes

01 polpa de açaí congelada

15 morangos sem as folhas e lavados (225 g)

¼ de xícara (chá) de farelo de aveia

Preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador juntamente com 2 ½ xícaras (chá) de água gelada (500 ml) até obter um suco homogêneo.

Rendimento: 04 porções

Suco de açaí, banana e laranja

Ingredientes

200 g de polpa de açaí congelada

400 ml de suco de laranja

02 bananas prata

Preparo

Descongele ligeiramente a polpa de açaí. Coloque-a no liquidificador junto com o suco de laranja e com as bananas. Bata até obter uma mistura homogênea.

Rendimento: 03 a 04 porções

Júlia Castro Nutricionista

TRANSFORMAÇÕES SIMPLES PARA UMA DECORAÇÃO ARROJADA

Decorar a própria casa ou apartamento pode muitas vezes parecer um bicho de sete cabeças, e ficamos sem saber por onde começar ou para onde ir. Acontece até mesmo com nós, arquitetos e decoradores, acredite! Principalmente quando é algo para nós mesmos, parece que a coisa complica ainda mais, e ficamos refletindo se o investimento naquele item ou no outro vale a pena. Neste post vou dar algumas dicas de como pequenas mudanças podem mudar e atualizar completamente um espaço sem que seja preciso reformar ou realizar grandes alterações.

1. Espelhos

Eles podem ser utilizados para cobrir uma parede inteira, fazer um jogo de formas geométricas, ou até mesmo como um pequeno detalhe. O que importa é que o espelho valoriza muito a decoração, ampliando os espaços e dando um ar de sofisticação ao ambiente.

espelhos

2. Cortinas

Eu sei que muita gente ignora o uso das cortinas, principalmente se as janelas não forem de vidro, mas temos que lembrar que elas não têm apenas a função de bloquear o sol, como também têm uma função estética. A cortina é um daqueles itens que “vestem” a casa, dando sensação de aconchego e de lugar habitado. Para os que preferem ambientes neutros, elas podem seguir o tom da cor da parede, e para aqueles que preferem ambientes mais descontraídos, é possível brincar com o contraste de cores. Para o nosso clima, o ideal é utilizar tecidos mistos com linho e/ou algodão.

cortinas

 

3. Tapetes

Esse é mais um que muitas vezes é deixado de lado, ainda mais em lugares quentes como a nossa cidade, onde muitas pessoas pensam que o tapete é desnecessário, que possui apenas a função de aquecer nos lugares frios. Ledo engano, o tapete é fundamental para se criar um ambiente aconchegante, com cara de lar, onde se tem vontade de chegar e ficar. Eles podem ser de pelo alto ou baixo, podem ser de fibra natural ou sintética, e podem ser lisos, ter texturas em 3D ou até mesmo estampados, desde que permaneçam em harmonia com o resto do ambiente. Lembrando que o tapete deve ter a maior dimensão possível, principalmente se for liso e/ou com cores neutras, pois isso faz com que o ambiente pareça maior. De preferência, ele deve passar por debaixo dos móveis que compõem o ambiente onde ele está inserido.

tapetes

4. Quadros

Esses são os que mais amedrontam os marinheiros de primeira viagem na decoração, e é compreensível, pois a tarefa de escolher o quadro, a moldura, o tamanho, a cor, a posição, a combinação com outros quadros etc. parece muito complexa. Para os mais receosos, sugiro tentar começar com quadros de tamanhos iguais, molduras iguais e mesmo tema. Para os mais ousados, vale tudo: misturar molduras diferentes com cores diferentes, tamanhos de quadros completamente desiguais e temas dos mais variáveis possíveis, vale misturar fotografia com tela, com gravura, com desenho, com pôster… é só dar asas à imaginação. Tenha cuidado para não deixá-los muito espaçados, a composição costuma ficar mais harmônica quando eles ficam mais próximos uns dos outros.

quadros

Essas foram apenas algumas sugestões de modificações simples de se fazer, que renovam a casa e que não implicam em grandes alterações na estrutura da residência. Espero que tenham ajudado a desvendar um pouco do mundo não-tão-complicado-assim da decoração. E lembre-se, na dúvida, contrate um profissional para te auxiliar neste processo. Boa sorte!

 

 

 

Danielle Vilar Arquiteta

Para torcer

Ainda não sabe onde vai assistir aos jogos da seleção? Eu tenho uma dica superbacana para quem vai ficar em Natal: a Arena Volks. Conhecida pela animação da última Copa, ela vem ainda mais forte e com atrações para lá de animadas.

E para o evento ficar mais bonito, fizemos um editorial no Pepper`s Hall com Thaise, Mariana e Emerson, que fazem parte da social da casa mais balada de Natal.

arenavolksthayse

mariana3

arenavolks2

mariana2-

mariana2

mariana

mariana5

mariana4

FICHA TÉCNICA

Produção e Styling: Débora Brandão

Assistente de Produção: Camila Pacelly

Fotografia: Thiago Varela

Beleza: Mayara Cristina

Modelos: Mariana Moura, Thaise Fernanda e Emerson Rodrigues (Social Pepper`s)

Débora Brandão

Vista-se de verde e amarelo

se vestir da cor do Brasil

Estamos a menos de um mês para o início da Copa do Mundo no Brasil. Mesmo com muitos protestos, obras inacabadas e muito discurso de revolta, ela está chegando e vai acontecer.

Acho engraçado que o brasileiro veste short com bandeira americana, usa bolsa com o emblema britânico, mas só em época de copa e olimpíadas ele se veste de verde e amarelo.

Eu, particularmente, sou extremamente bairrista, nordestina fervorosa e apaixonada pelo meu país, não sou xenófoba, mas torço o nariz para esse tipo de comportamento que privilegia o uso de símbolos de outros países em relação ao nosso.

Mas ok, independente da minha opinião, vim para falar de moda, de verde, amarelo, azul e branco. Vim falar da moda brasileira para a copa.

Como falei anteriormente, em época de copa e olimpíadas o brasileiro se veste das cores de nossa bandeira, e o comércio se enche de itens nesta cartela de cores para atender o consumidor. Esse ano não foi diferente, e várias marcas de roupas, acessórios e beleza fizeram coleções especiais enaltecendo o orgulho de ser brasileiro.

se pintar da cor do Brasil

A blogueira Camila Coutinho assinou uma coleção de 10 camisetas para a Riachuelo, todas com o Brasil como inspiração. O melhor é o preço,  de R$39,90 até R$69,90.

E aí, você já pensou como vai ser sua produção para a copa?

Débora Brandão